insonia causas e soluções

Uma boa noite de sono faz toda diferença no dia seguinte

Serenidade é uma necessidade não um capricho

O que você faz ou não faz do amanhecer ao entardecer causa um enorme impacto sobre o seu descanso da noite até a manhã. A melhor maneira de garantir um bom sono noturno é revisar as atividades que você desenvolve muito antes de ir para a cama.

Sintomas como sonolência durante o dia, irritabilidade, falta de concentração, pressão alta, ansiedade, gastrite, flatulência, vertigens, debilidade imunológica, fadiga crônica, são alguns dos efeitos indesejáveis que, cedo ou tarde, irá “premiar” aqueles que não conseguem relaxar na hora de descansar ou dormir bem.

Embora o uso de remédio para dormir, de forma indiscriminada, já faça parte da rotina de muitos, logo o organismo ficará resistente à droga, o que vai requerer doses cada vez mais fortes além de não tratar da insonia e suas causas.

Os efeitos colaterais são muitos, além de nunca se obter o desejado respouso como promete a bula. Logo se torna um vício como outro qualquer, e o mais importante, logo o protagonista terá ao invés de um, dois indesejáveis problemas para enfrentar. Deverá continuar insone e incapaz de relaxar, e agora, dependente de drogas para domir.

Não mais desejando fazer parte do clube da insônia crônica e do clube do "não consigo dormir" ou para aqueles que nele não tencionam entrar, relacionamos 13 dicas, que de acordo com os especialistas, se prestam a resolver essa questão. Só lembrando que, a consulta a um clínico especialista, nos casos mais severos, deve ser também considerada.

1. Mantenha horários regulares:

Trate de levantar-se sempre no mesmo horário, não importando a hora que tenha ido deitar-se. Se você deita tarde na sexta-feira e no sábado para levantar-se muito tarde no domingo, com certeza na segunda-feira terá problemas no trabalho, pois no domingo à noite terá sofrido de insônia. Se viajar muito, tente conservar sua rotina e volte a ela logo que possa.

2. Faça exercícios regularmente:

Com não mais de vinte ou trinta minutos diários de caminhada, jogging, natação, bicicleta, ou a prática de algum esporte pelo menos 3 vezes por semana, você alcançará sua meta de chegar à cama relaxado, tanto fisicamente quanto mentalmente. O melhor momento para realizar exercícios que sejam benéficos a um bom sono noturno é ao final da tarde e no início da noite.

3. Cuidado com os estimuladores:

Os amantes do café, chá, chocolate e refrigerantes devem saber que os efeitos dos estimulantes destes produtos, consumidos mesmo em doses mínimas, ainda estarão ativos em nosso corpo entre duas a quatro horas depois da ingestão. Ao ingerir substâncias que contenham estimulantes, ao final da tarde ou durante a noite, contribui-se para a diminuição da profundidade do sono e para o aumento dos possíveis Despertares Súbitos.

4. Não fume:

A nicotina é ainda mais estimulante do que a cafeína. Os fumantes têm dificuldades para dormir, despertam com facilidade e têm fases de sono profundo mais curtas. Comprovou-se que o fumante aumenta sua qualidade de sono quando deixa o hábito de fumar.

5. Beba com moderação:

Embora o álcool seja o mais antigo e mais popular sinônimo do sono, deve-se ter cuidado com a quantidade e com o horário em que o ingere. Muito álcool ao final da tarde retardará o sono, e muito álcool no jantar provocará sono precoce. Em ambos os casos, o ciclo normal será alterado.

6. Busque qualidade e não quantidade:

Seis ou quatro horas de sono profundo podem fazer com que você sinta-se melhor do que oito horas de sono leve e interrompido. Não se deve dormir mais do que o necessário. A medida será dada pelo quanto você irá sentir-se bem na manhã seguinte. Se você sentir que recarregou adequadamente suas baterias com seis horas de sono, não será porque você dormiu pouco e sim porque dormiu o suficiente.

7. Se você tem problemas para dormir à noite, não durma à tarde:

Muitas pessoas têm inclinação normal a tirar uma soneca após o almoço e, sem dúvida, isto avança com a idade. Mas, se ela atentar contra seu sono noturno, quando sentir sonolência durante o dia trate de evitar dormir realizando alguma atividade física que estimule a pulsação durante dez minutos, isto acelera o metabolismo, espantando o sono.

8. Deixe suas preocupações e planos para outro momento:

Antes de deitar-se escreva uma lista de coisas que deveria fazer, ou seus planos do dia seguinte. Tal tarefa irá tirar de seus ombros a responsabilidade de lembrar. Isso relaxará seu inconsciente. Se seguir discutindo com eles e os mentalizando, não irá resolvê-los nem conseguirá relaxar. Lembre-se de que seu cerébro conversa sozinho à revelia de sua vontade, por isso, essa lista de “pendências” tenderá a deixá-lo quieto, sem argumentos para continuar com seu debate solitário.

9. Não se deite após ter comido em excesso ou sem ter comido:

Se comer muito antes de deitar-se, obrigará o sistema digestivo a trabalhar demais. Talvez sinta uma sonolência agradável, mas logo terá sensação de peso que não o deixará dormir bem. Por outro lado, se estiver fazendo dieta, não durma sem comer algo de baixa caloria. Não se pode tentar dormir quando se discute com o estômago. Todo tipo de incômodo orgânico ou físico contribui para o despertar súbito, evitando entrar em sono profundo.

10. Desenvolva um ritual de sono:

As crianças lêem ou escutam histórias e rezam suas orações antes de dormir. Você pode escolher seu ritual: escutar alguma música, relaxar os músculos, tomar uma ducha ou ler um livro pode ajudá-lo a conciliar o sono. O importante é que, uma vez escolhido o ritual, este deve ser repetido todas as noites.

11. Tente criar um Ambiente agradável:

Um ambiente agradável é fundamental. Deixe o quarto bem escuro, evite lugares barulhentos e, se possível, regule a temperatura. É fundamental um bom colchão, assim como bons travesseiros e roupas de cama, eles fazem grande diferença.

12. Atividades na cama:

Evite ler, falar ao telefone, trabalhar ou comer na cama. Ela não deve ser associada a outras atividades além de dormir. Isto garantirá um ato mecânico a seu organismo. Toda vez que o inconsciente começa a decodificar seu ritual para dormir, seu corpo imediatamente funcionará para que tudo esteja de acordo.

13. Relaxamento muscular:

Atos como banho quente (preferencialmente de banheira), sauna, alongamentos e massagens relaxam os músculos, o que ajuda bastante o sono durante a noite. Preferível que sejam feitos pouco tempo antes de deitar-se. Outra boa dica é um banho com chá de camomila ou capim cidreira. Nesse caso, será um banho ao modo antigo, de cuia.